A Classificação Socioeconômica do Short Jeans

Muita gente me pergunta de onde tiro inspiração para postar e sempre respondo: do dia a dia. Olho as pessoas na rua, o que estão vestindo, os comportamentos, os assuntos, e em cima disso sempre surge a vontade de comentar sobre algo. O post de hoje não é diferente… Durante a Copa frequentei alguns bares, […]

REMIX: military vest

1. Utility vest and crochet skirt:
When it comes to a military vest, I like playing with feminine details that will balance out the vest. This time I paired it with a cute lace skirt and s here black top.

2. Spain: Segovia:
As you can see, I like mixing prints with a military vest; adding a leopard scarf is a pop of print. This time I paired it with a simple white tee, leather shorts, and a chunky chain necklace.

3. His and Her: Valentine’s day:
Again, to balance out the vest, I paired it with a girly piece like this floral dress. It was a little chilly in Miami so I added the beanie and some cool chunky shoes.

WHICH LOOK IS YOUR FAVORITE?
_____
¿Qué look es tu favorite?
SHOP MILITARY VESTS:

Betty x Shoescribe x TheCorner

Betty Autier "

God only knows how I managed to take these pictures the only time the weather was fine this week in Paris, but the thing is, I achieved it ! Thank you my lucky star !

That gives me the opportunity to show you my collaboration with the websites TheCorner.com and Shoescribe.com, the conjoined twins in luxury goods ! TheCorner.com for clothes and accessories and Shoescribe.com for … shoes ! These are the first items I fell in love with. To be continued !

Top : Ann Demeulemeester

Skirt : Marni

Sandals: Marni

paris ile saint louis Betty Autier 2marni glitter sandals Betty Autier blog mode paris fashion blog paris

Betty x Shoescribe x TheCorner sur Betty.

Look du jour: Feeling Good

FashionCoolture - 09.07.2014 look du jour Displicent (1) FashionCoolture - 09.07.2014 look du jour Displicent (2) FashionCoolture - 09.07.2014 look du jour Displicent (3) FashionCoolture - 09.07.2014 look du jour Displicent (4) FashionCoolture - 09.07.2014 look du jour Displicent (5)

.

vestido|dress: Displicent

blazer: vintage

óculos|sunglasses: ZeroUV

sapatilha|flats: Tutu Ateliê de Sapatilhas

.

   O ponto de partida para o look du jour foi o vestido da Displicent, uma peça completa com mix de estampas e um toque de cor! Aproveitei o detalhe em verde no vestido para definir os acessórios com óculos da ZeroUV e sapatilha da Tutu. O blazer vintage deixa o look mais completo e a bolsa também vintage é o toque final.

——————–

    The main piece for today’s look du jour is this gorgeous dress from Displicent, with a mix of prints and a touch of colour. I love the green detail and also decided to wear the colour on my cute flats from Tutu Ateliê de Sapatilhas and ZeroUV sunglasses. I’m also wearing a vintage nude blazer and vintage bag.

.FashionCoolture - 09.07.2014 look du jour Displicent (6)

The beauty of exotic living…

I’ve got a lot of traveling to do this month. In a few short days I will be heading back to my soul city, Los Angeles & I can’t wait to get to lounge outside in sand and palm trees. It’s all about that chic exotic feeling that I love so much. I’ve been eyeing this gorgeous Cabana outfitted in black, white and natures gorgeous greenery. Feast your eyes on this gorgeous Goa cabana designed by French fashion designer, Laurence Doligé.

table

I love the black hanging lanterns, cushions outfitted in black with white piping and palms everywhere that cast the perfect shaded nooks. Just imagining the wind and ocean breeze in the background.

bedroom black and green black palm fabric sitting room

{ featured on Lonny , photography by Gaelle Le Boulicaut }

Vídeo: TAG – The Perfect Palette

_palette

Mesmo não fazendo altas produções todos os dias, eu AMO palettes de sombras! Não uso nem um terço da minha coleção no meu dia a dia, mas adoro as embalagens lindas, a variedade de cores…

Quando vi essa TAG no blog da Jana Makeup, tive que copiar!

Aqui vão as perguntas e respostas:

  1. Melhor embalagem: Sephora Medium Shopping Bag Holiday Makeup Palette
  2. Melhor seleção de cores: Urban Decay Smoked Palette (post)
  3. A mais versátil: Urban Decay Smoked Palette (post)
  4. Melhor paleta para levar em viagens: Urban Decay Naked Basics (post)
  5. Maior arrependimento: Les 4 Ombres #93 Smoky Eyes Chanel (post)
  6. Melhores nomes de sombras: Kat Von D True Romance Eyeshadow Palette Ludwig (post)
  7. A última a ser usada: Nude Quad Pedro Lourenço para MAC (post)
  8. A mais usada, mais amada e que você levaria para uma praia deserta: Urban Decay Naked 2 Palette (post)
  9. A que você tem um carinho especial: Wet n’ Wild Color Icon #738 Comfort Zone (post)
  10. A mais chique que você levaria na sua bolsa de festa para fazer aquele retoque estratégico: Guerlain Écrin 6 Couleurs Place Vendôme (post)

look do dia: desmantelo verde-amarelo

A Alemanha viveu duas grandes guerras mundiais. O país foi dividido e devastado, o mundo assistiu à exterminação de 6 milhões de judeus, o povo passou fome, perdeu o que tinha, viu seus monumentos históricos caindo por terra, provaram o dissabor de ver a própria nação desfeita pedaços. E depois de duas guerras, a Alemanha se ergueu, virou potência mundial novamente, exemplo de saúde, educação e disciplina, ganhou até Prêmio Nobel da Paz. Uma nação que até hoje carrega o estigma do nazismo, a vergonha histórica de um genocídio. Um genocídio. Uma tragédia. Um luto mundial. Uma vergonha. Mas foi por causa dessa lambança histórica que a Alemanhã se tornou o que é hoje: uma nação humilde, focada, unida e inspiradora. Um time! E foi esse time que ganhou ontem e que provavelmente vai ganhar essa Copa.

É triste afirmar isto, mas me parece que só uma guerra é capaz de trazer, a um povo, essa dimensão de coletividade, que é imperativo para a sobrevivência. O Brasil não sabe o que é isso, não sabe o que é perder tudo mesmo. Mas observem os países que passaram por guerras absurdas e vejam qual deles não tem essa dimensão de coletivo tão forte. Não existe. Todos, os subdesenvolvidos, emergentes ou superdesenvolvidos que passaram por guerras, sabem o que é ser uma nação. Uma enorme cabeça que acerta e erra junto. Um casamento sólido entre milhões de pessoas diferentes, juntas por um bem estar comum. Lamento informar, mas o Brasil está divorciado de si mesmo.

Hiroshima e Nagasaki devastaram o Japão, I e II Guerra Mundial devastaram a Alemanha, Revolução Comunista devastou a China… vai vendo, vai pensando. O quão “forte, impávido colosso”, é a identidade desses países? O quão unido é o povo, na miséria ou na riqueza?

O Brasil não perdeu uma Copa. Perdeu o discernimento, que eu desconfio que nunca tenha tido, na verdade. Perdeu a noção do que é tragédia de verdade. A merda que acontece todo santo dia em cada esquina desse país não é suficiente para o povo perceber que um país não se faz com um só jogador nem um só presidente (não, não é só culpa da Dilma, nem do Felipão). Se faz, no nosso caso, com milhões de pessoas mimadas, mal educadas, mal informadas, desonestas, corruptas, soberbas, indisciplinadas, preconceituosas, sem humildade, que insistem em fazer o país passar vergonha pro mundo inteiro.

Ah, mas o brasileiro é um povo receptivo, caloroso, o povo mais feliz do mundo. Só que esqueceram de explicar que um povo não é uma soma de indivíduos sorridentes e sim uma amálgama humana que pensa junto, anda junto, tropeça junto, levanta junto. Uma nação não sai do estádio no meio do jogo, por que o país está perdendo. Uma nação aplaude a coragem de 11 caras que estão correndo atrás de uma merda de uma bola pra fazer o povo feliz (por que futebol alegra o brasileiro) e conforta o time em caso de derrota, por que faz parte do show. Até a Alemanha aplaudiu mais nossa seleção. Que vergonha.

“Sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor”?
Claro que não. Eu tenho é vergonha de quem vaiou, quebrou, xingou, queimou bandeira. Queria eu ser parte de um povo realmente bondoso, humilde, honesto, pacífico e que…sei lá…saiba cantar o hino nacional inteiro, talvez.

No fim das contas o Brasil, país do futebol, é o país da natação: nada na própria merda, mas jura que quem cagou não foi ele.

***

Eu sei, este é um blog de moda, mas eu precisava desabafar este descontentamento que eu estou com a falta de sensibilidade do povo, da mídia, da imprensa. Capas de jornais falando de luto, vergonha, humilhação e vexame? Num dá né, gente? Eu não sou fã de futebol e não vibrei com a Copa, mas tô morrendo de vergonha do “povo” brasileiro e morrendo de admiração pela humildade da Alemanha. Merece ganhar essa Copa. E a gente merece ganhar um espelho (com lente de aumento).

Beijos, Carols

Desejo da Semana: nars

O desejo da semana é essa nova palette de sombras da nars que, além de ser bem completa (são 15 tons inspiradores), vem com um conceito super bacana da marca.

A NARSissist Eye Palette, é nomeada e inspirada nas pessoas que vivem segundo suas próprias regras, não tem medo se expressar através do seu look, humor, atitude, e cativam naturalmente com maquiagem “freestyle”, sem limites.

Essa nova paleta irá preparar o terreno para os produtos NARSissist que virão… E vale dizer que essa é uma edição limitada!

Para mim, maquiagem nunca é demais. Concordam? Rs! Está disponível aqui. Amei os tons.

The post Desejo da Semana: nars appeared first on Os Achados.

SUMMER BRIGHTS :: LAGUNA BEACH TRIPPIN’

Good morning, Everyone! I hope you are enjoying your week. I wanted to take this opportunity to share a few images from a super impromptu trip Emil and I took last week. As much as I love Los Angeles, and I really do, once in a while, it gets so hot in LA that it’s hard to think straight, which is usually when we take these mini vacations and go somewhere a bit cooler, like Laguna Beach for example. About an hour and a half drive from LA, Laguna is truly a little slice of paradise. The beaches are absolutely beautiful, the water is always warm and there are plenty of cute little shops and restaurants around. For us, it’s really one of those places we can’t get enough of and always find very difficult to leave. 



Since most of the time we can only get away for a few days, I don’t take a lot of stuff with me, which  by the way is a huge accomplishment, considering that only a few years ago I would bring a huge suitcase full of shoes and clothing none of which I ended up wearing. It’s taken a few years, but I’ve learned my lesson! Now, I bring only the absolute essentials, like a cute summery dress, swimsuit and coverup, roomy bag, oversized sunnies and a pair of comfy flats, so that my poor feet can get some rest:) I also try keep my jewelry to a minimum and opt for a single statement piece like the cute PANDORA charm bracelet  from the Summer Drop Collection I’m wearing in this post, rather than my usual armparty. I always found charm bracelets charming:) but this particular one is very dear to me because Emil and I got it especially for this trip. We also decided that it will accompany us on all our future Laguna Beach  vacations and we will add new charms to commemorate each new visit. So, I am really hoping we’ll be coming back to Laguna pretty soon, since I have my eye on at least a dozen cute little charms:)


PANDORA Summer Drop Collection bracelet & charms | Nanette Lepore Nomad dress | IVI Vision Dusky sunglasses in Aqua Fede { similar options here & here } | Louis Vuitton carryall bag in monogram  canvas | Tory Burch Calyx tunic, straw bag { similar here & here } & Milos bikini { top & bottom}  | J Crew studded lace-up gladiator sandals 

Thank you for reading

& Keep On Smiling,
LOVE,
Annabelle

Two Styles, One Room: Sleek meets Plush

Hello LDV Readers! It’s Rebecca and Paula from Sea Island Drive. We’re back with another great room where two styles come together effortlessly…Two Styles. One Room.

Photo via New England Home

Sleek and minimal interiors are becoming more desired, but so many clients are afraid that this style won’t feel plush or livable for their family. This inviting living room proves you can have both! A sleek room doesn’t have to be hard and cold feeling, it can feel as warm as any rustic interior out there.

All of the big pieces that are in the Living Room have simple sleek, clean lines. The details layered in add that plush and luxe feeling without getting fussy. A tailored sofa in a nubby chenille. Knife edged pillows in luxurious velvet. A simple blanket in a soft faux fur. Everything is screaming, “Curl up on me with a glass of wine and forget your day.”

We are not ones to fight that feeling, so next time you see us this is where we will be.

Follow Sea Island Drive on Pinterest, Facebook, Twitter

& follow Rebecca and Paula on Instagram

Smudge Line

Shop this look:

Links Bacanas

Aqui vão os posts que me divertiram durante a semana. Espero que vocês gostem também!

. . . . . . . . . . . . . . .

1

Adorando essa combinação de jaqueta, bolsa, bota e touca da Tamy. Inverno é amor <3

2

A Helô montou um post bem legal com cinco passeios para fazer na cidade de São Paulo.

3

A gente já pode rir da tragédia de ontem ou ainda é cedo? Porque eu achei graça no site Sad Brazilians… *

4

No Makeup Atelier tem amostrinhas de sombras neutras que são brasileiras, boas e baratas.

5

Já parou pra pensar o quanto a família Kardashian mudou nos últimos anos? No Buzzfeed tem imagens do antes e depois. Obrigada pelo link, Patricia! *

6

Se você vai a Nova Iorque em breve, não perde o post do blog Starving cheio de dicas de farmácias e lojas de beleza da Big Apple.

7

Não sei se já postei esse link por aqui… Mesmo que já tenha postado, vale repetir, porque é muito útil para cozinheiras preguiçosas como eu: 34 receitas de apenas dois ingredientes. *

8

E pra quem não tem medo do fogão e curte receitas com muitos ingredientes, aqui vai um bolo de chocolate e sour cream com ganache de chocolate branco caramelizado para estragar por completo o seu dia e o seu regime.

. . . . . . . . . . . . . . .

Se você quiser deixar uma sugestão de post/reportagem bacana, é só dar a dica de link nos comentários.

* Site gringo.

Nova favorita: The Foundation de Dolce & Gabanna

dolcegabbana
Eu já estava curiosa sobre essa base há muito tempo. Toda vez que vou a algum maquiador estrelado, a bendita está na bancada. Sabia que era cara (US$66 nos EUA) e por isso demorei a animar a comprar, até que na viagem pra NY aproveitei um desconto que ganhei da Sephora para trazer a minha pra casa.
dolcegabbana3

A base vem nessa embalagem linda, um pote de vidro pesado e com a tampa dourada. Na caixinha vem ainda uma espátula, tipo creme chique, sabe? Hahaha! Mas eu não tenho paciência pra usar assim e pego o produto (uso a cor Beige 78) com os dedos mesmo. Aliás, já vi um video da Pat McGrath aplicando a base apenas com os dedos, que tal? Confesso que ainda prefiro um pincel flat top, costumo esquecer algumas áreas quando vou com as mãos, hahahah!
dolcegabbana2

Apesar da textura bem consistente (ela não escorre, é uma espécie de mousse) a base é fácil de espalhar e tem uma cobertura maravilhosa! A pele fica linda, com aspecto de pele natural, sabe? A cobertura é média mas dá pra ir aplicando mais e chegar a intensa. Outra coisa que adoro é que não preciso usar pó com ela. Já usei em dias de calor intenso e ela segura bem (minha pele é normal, quem tem pele oleosa é melhor testar antes), fora que acho uma dó cobrir o acabamento lindo dela com um pó.

dolcegabbana4

Outra coisa legal é que ela parece render muito! O preço é salgado, mas essa quantidade que está no meu dedo na foto lá em cima é o que eu uso no meu rosto inteiro, esse potinho vai durar muito tempo. Pra terminar de cair de amores ela ainda tem SPF 15, o que não é muito, mas já ajuda, né?

Comprei a minha em NY e pelo que pesquisei ela não está disponível no Brasil… Ah, e quem ficou curiosa com a textura mas ainda não tem coragem de torrar essa grana num produto só, tem uma alternativa legal que já mostrei aqui, a Revlon Stay Whipped. Bem mais barata, mas também é vendida apenas no exterior. Fica a dica pra próxima viagem ;D

O post Nova favorita: The Foundation de Dolce & Gabanna apareceu primeiro em Chata de Galocha! | Lu Ferreira, e é de autoria de Lu Ferreira.

City Dance :: Long dress & Nude sandals

City Dance-4

Happy Wednesday everyone!

City Dance-5

I bought this gem a few weeks ago and have worn it many times.  With nude sandals, tall flat gladiators, or colored pumps, this dress is a perfect companion for both day and night time events.  The high neckline and a little Angelina Jolie leg action, this piece has a graceful balance of sophistication and allure.  Great for summer nights and will pair beautifully with a cropped leather jacket for autumn!

City Dance-3

City Dance-8

City Dance-7

City Dance-10

City Dance-9

City Dance-2

Thank you so much for reading!

:: Outfit ::

Dress :: H&M
Shoes :: Halston Heritage (old, similar here)
Bag :: Chanel (similar shape here)
Accessories :: Cartier watch, Wendy’s Lookbook X Tacori Promise Bracelet,
Mirlo bangle, OPI ‘Don’t Pretzel My Buttons’ polish

Vegas, Baby!







$$$

Like I said in my last Vegas post, it’s not exactly the destination I dream about going to on a yearly basis, but whilst you’re there you just as well make the most of the world-famous city. Typically we’ll head over to the strip once or twice and soak up all it has to offer – and that’s hell of a lot.

You’ll find just about every cuisine at the famous buffets, catch shows from the likes of Celine Dion and Britney, jump on a roller coaster ride at the top of the Stratosphere, and even get married in about 15 minutes, if that’s your thing! It’s safe to say that gorging on the buffets was the only activity listed above that I took part in, and boy did I do a good job! 

Whilst gambling doesn’t get me going, one of my favourite things about coming to Vegas is picking up outfits to wear whilst I’m there! London never (ever) reaches highs of 45°C, so a bit of a shift in tactics is needed to avoid melting.

Light colours, tropical prints and easy-to-wear fabrics are where it’s at, which is why this ensemble kindly sent over from Reiss for my trip was ideal for a sunset stroll before pizza at New York New York. 

What I Wore…

Shirt – Reiss | Shorts – Reiss | Shoes – Reiss | Bag – Reiss | Sunglassses – Celine c/o Smartbuyglasses








The post Vegas, Baby! appeared first on WishWishWish.

Modern fairytales

Vancleef2.jpg-copia

Every girl has a moment when she really wanna feel like a princess back in time.  As Van Cleef & Arpels was launching a new high jewlery inspired by the French fairytale of Peau d’Âne at the sumptuous castle of Chambord (have look at the castle piece.. Isn’t it fab?), I had the occasion to shoot some of the most iconic pieces of the Maison that I wanted to reinterpretate in a modern but fairy way revealing the preciousness of the jewels and a bit of myself.

Ogni ragazza ha almeno un momento in cui sogna di essere una principessa come in viaggio nel tempo. Così, mentre Van Cleef & Arpels lanciava una nuova collezione di Alta Gioielleria ispirata alla favola francese di Peau d’Âne al castello di Chambord (guardate la spilla ispirata al castello, non é favolosa?), ho potuto scattare alcuni dei miei pezzi preferiti della Maison che ho voluto reinterpretare in chiave moderna, ma sempre magica, rivelando la preziosità dei gioielli e un po’ di me stessa.

_MG_6103-copia
_MG_6082-copia  C  
polaroid8-copia
_MG_6144-copia
photo-2-copia
_MG_6154-copiaPeauAne-Enfance-ParureCouleurTemps-Collier-Packshot-HD_MG_6158-copiapolaroid1-copia_MG_6170-copiapolaroid7-copiab2photo-10-copia
Vancleef.jpg-copia_MG_6113-copiaphoto-9-copiaA2
polaroid2-copiaphoto-4-copiaphoto-3-copia

I was wearing:

Van Cleef & Arpels Perlée ring in white gold and diamonds
Van Cleef & Arpels Cosmos between the finger rings in pink gold mother of pearl and diamonds 
Van Cleef & Arpels Perlée bracelet in white gold and diamonds
Van Cleef & Arpels Cosmos earrings in white gold and diamonds
Roberto Cavalli dress

Photos by Gregorio Capineri Tosetti

GO WEST

AndyTorresStrand8 AndyTorresStrand3AndyTorresStrand1 AndyTorresStrand4 AndyTorresStrand5 AndyTorresStrand9 AndyTorresStrand AndyTorresStrand6 AndyTorresStrand7I’M WEARING  >>  Sweater: Sportmax  |  Jeans: Guess  |  Shoes: River Island  |  Ring: Tom Wood

I kind of really love these photos, maybe its because I rarely see myself with wavy hair which is actually how it turns to if I let my hair air dry. 8 shorts days until my birthday and I still have no plans. I thought I would do something big this year, unlike the previous ones but I just cant seem to come up with the best plan. Any suggestions?

andy signature

A

these days

 photo taurus_zpsdf80e685.jpg photo taurus3_zps49cb5581.jpg photo taurus4_zps5f08af67.jpg photo taurus5_zps9fff7f57.jpg photo taurus6_zps3b579e90.jpg

(Reformation Taurus dress, Céline espadrilles and sunglasses, Maslin & Co. Towel)

Why is the beach so empty? Cause the wind was of the strength level that would barely let a towel lie flat. Especially one with so many corners. So also a really funny day to break in this open all over the place dress! Before quietly stashing it away with my 90 other black slipdresses.

Also – a thing about me is that I’m obsessed with a Podcast called Weird Adults with Little Esther, and one of my life dreams came true when Esther had me on last week. You will only understand how much I actually mean that if you listen to it. This way to an hour you won’t want back.

FacebookTwitterGoogle+Share

The post these days appeared first on fashiontoast.

A Lesson In Power Dressing From Our Co-Founder Katherine Power

Power: the capacity or ability to direct or influence the behavior of others or the course of events. Katherine Power: Who What Wear’s Co-Founder and CEO, and our resident power-dressing guru. With years of experience under her ultra-stylish belt, Power has perfected the power-dressing formula, and is graciously sharing her well-honed tips and tricks.

Shop Rosie Huntington-Whiteley’s Perfect Summer Selfies

From playful poses to flirty faces, Rosie Huntington-Whiteley loves to take an ultra stylish pool/beachside selfie. In addition to always looking radiant, we also couldn’t help but notice the model also invariably showcases a slew of summertime essentials, think: statement sunglasses, breezy hats, and standout bikinis. Inspired, we decided to round up some of Huntington-Whiteley’s best Instagram shots and make them shoppable. Scroll through to enjoy her day-in-the-sun style! 

Your Complete Guide To What Shoes To Wear With Shorts

When it comes to baring your legs in shorts, the type of shoe you wear is of importance. Too high of heels, and you risk coming across risqué, too short and your legs enter stubby territory—the horror! Because of this, we assembled a guide on the best shoes to wear with summer’s key shorts styles (think: high-wasted, denim, and beyond). Scroll through for our roundup, and enjoy a little shopping along the way!

{ Heat Index }

As the summer heat escalates, clothes become increasingly unappealing. ~ but still we must wear them. Compromise by choosing featherlight dresses that float off the body, softly-draped pants, white cotton dresses, filmy t-shirts, lacy shorts, pretty fringed jewelry and sturdy, sole-supporting sandals. Click around inside these images to get your shop on, or cool off with this visual dreamsicle.

|CLICK HERE| to shop all our seasonal favorites ~ and revisit some our our coolest summer swim stories HERE, HERE and HERE! |IMAGES| via Pinterest

The post { Heat Index } appeared first on .

Diane Kruger e um vestido maravilhoso e sem possibilidade de inspired!

diane-kruger-maquiagem

Não sei se é o post mais apropriado do mundo nesse dado momento visto a nacionalidade da envolvida, mas é o que tem pra hoje, vida que segue e a alemã Diane Kruger tá uma gra-ça e merece ser compartilhada, sem trocadilhos, a danada é campeã, sente o look:

diane-kruger-dress

Não dá vontade apertar esse vestido? Modelo exótico, cheios de apliques espirituosos e inimagináveis e que o pacote completo vem com selo Didi Kruger de qualidade. O vestido é da coleção de inverno da Mary Katrantzou e que veio repleta de looks com essas aplicações que remetem símbolos do nosso cotidiano e até figuras aleatórias, aliás, a própria estilista disse que queria variar das suas estampas 3d psicodélicas e o resultado foi esse modelo gracinha.

diane-kruger-vestido-detalhe

Olha os detalhes! Vejo símbolos de trânsito, 2 carpas, bonequinhos e sei lá mais o quê! O legal do vestido é que ele tem uns vazados estratégicos que o deixam mais soft e a gente consegue admirar melhor os detalhes. Daí pro look não ficar pesadão, sandália duas tiras que já é o grande ~legado~ dos últimos anos, mais clássica e coringa não há! E pra completar, bolsa Pandora da Charlotte Olympia pra deixar o look mais fun!

Acharam que a graça parou por aí? Vira de costas aí, Didi!

diana-kruger-hairstyle

Cata a trança! Doidinha, né? Uma mistura de lé com cré e que acho que casou perfeitamente com a proposta do vestido! O cabeleireiro da Diane contou que a ideia do penteado foi de um cabelo que a própria viu num desfile e ela quis copiar, o que só amplia a tese que Didi se vira sozinha, dos loos aos penteados, tem como não amar?

Tô apaixonada pelo look e vocês, curtiram a ousadia e alegria?!

Eu Testei: Lápis Kajal Natura

E AMEEEEEEEIIIII AMEEEEEEEI AMEEEEI! Pronto, passou a empolgação. Deixa eu contar como aconteceu essa paixão. Um belo dia recebi um pacotinho com uns produtos da Natura. Não me lembro bem quais eram esses produtos, mas tudo o que ganho eu coloco numa caixa e vou usando aos poucos. E chegou a vez desse lápis de […]

5 Reasons Why You Should Care About Couture Week

As we’ve discussed, the Fall 2014 iteration of Couture Week is underway in Paris as we speak. The world’s top fashion houses—everyone from Dior to Versace to Giambattista Valli—are showing the best of what they have to offer. This often means sending creations down the runway that, on the surface, might seem to be a totally out-of-this-world fantasy. After all, what good is a one-of-a-kind silk-organza gown embellished with 350,000 Swarovski crystals to girls who need real clothes to wear from day to day?

Ring Trays

Ring Trays

I own a lot of dainty jewelry, which I prefer to keep out in little dishes instead of tucked away into drawers. But since those little dishes are hard to come by (most of them are too decorated or awkwardly sized), I decided to make a few of my own. Using oven-bake clay and stamps, they're simple to create and I've loved having a few extras lying around the house, whether by my bedside table or by the sink in the bathroom. Here's how I made them:

Subtle Stripes

7.08.14-37.08.14-17.08.14-27.08.14-57.08.14-87.08.14-4

I think we’ve covered the fact that I’m really into dresses this summer but I’d also like to applause all of the cute styles that are out there right now. It’s like the stars have aligned and what I’m looking for I’m actually finding when I go shopping. This never happens. Like when you get a gift card to somewhere and you can’t find anything you like, or you just want a pair of boyfriend jeans and none of them fit — except the exact opposite. All I find are cute dresses everywhere I go. I’m in a sea of dress possibilities this summer and it’s getting dangerous. I mean can’t even go grocery shopping without finding more cute dresses. (The only reason I grocery shop at Target, #letsbehonest.)  
I found this striped number at Gap; it had a show-down between this dress and this dress. But once I thought about the fact that stripes trump everything, this one claimed victory. 

_______________________
Wearing:
past TopShop purse / loving this one
_________________________


DIOR Haute Couture

With its interior walls dripping in thousands of white orchids, the custom-built circular venue space that housed Dior’s Fall 2015 Haute Couture presentation set a bright and airy tone for a collection that reflected those exact qualities. A modern interpretation of iconic historical fashion codes from centuries past, Raf Simons’ fifth Couture collection for Dior demonstrated the designer’s interest in the attire of bygone eras and saw his imagination take flight.

Beginning with a series of silk ball gowns featuring pannier hoops that expanded the hips of the silhouette, the sartorial “journey through history” Dior unveiled on Monday showed everything from Edwardian court coats and bodices to modern parachute suits and flapper dresses – many painstakingly beaded and executed to alluring effect.

Received with much appreciation were the above-mentioned royal court coats and jackets. The sumptuous choice of materials (think swoon-worthy pastel astrakhan fur) embellished with intricate embroidery turned these masculine classics into true objects of desire for the twenty-first century woman.

While his passion for fashions of the past was evident in this collection, Raf Simons’ ultimate strength (and what seems to be the formula for Dior’s reinvention and continual relevance) is the couturier’s remarkable ability to rework fabrics in an innovative manner, adding fresh details through subtle, streamlined modifications, thus rendering his clothes unquestionably contemporary without straying too far from the feminine framework of the maison. It is through channeling these talents that Raf Simons is able to openly reference pieces that have existed for centuries without making them feel nostalgic or staid.

Look du jour: Be still

FashionCoolture - 08.07.2014 look du jour Amaro jeans denim jacket (1) FashionCoolture - 08.07.2014 look du jour Amaro jeans denim jacket (2) FashionCoolture - 08.07.2014 look du jour Amaro jeans denim jacket (3) FashionCoolture - 08.07.2014 look du jour Amaro jeans denim jacket (4) FashionCoolture - 08.07.2014 look du jour Amaro jeans denim jacket (5) FashionCoolture - 08.07.2014 look du jour Amaro jeans denim jacket (6) FashionCoolture - 08.07.2014 look du jour Amaro jeans denim jacket (7)

.

vestido|dress: Amaro

jaqueta|jacket: Amaro

bolsa|bag: Amaro

cinto|belt: Shantique Designs

sapato|shoes: iloveflats

.

      Se tem uma peça que ganhou espaço nos looks du jour é a jaqueta jeans, peça versátil e básica! Ou nem tão básica assim como a de hoje, peça da Amaro com detalhes bordados pra dar um up em qualquer produção. Optei pelo vestido azul marinho também da  Amaro que ficou mais boho com o cinto de moedas da Shantique Designs (muito amor por todas as peças da marca!). Já que o look era mais descontraído adicionei o slipper da iloveflats e bolsa cinza basiquinha também da Amaro.

—————————-

   Denim jackets are my obssession lately, so perfect and basic. Well, sometimes not that basic, like this one from Amaro with some beaded details that totally got my heart. I’m also wearing a navy blue dress also from Amaro and this gorgeous coins belt from Shantique Designs (all their pieces are to die for!). For a casual outfit I also added some cool shoes from iloveflats and grey bag from Amaro.

.

FashionCoolture - 08.07.2014 look du jour Amaro jeans denim jacket (8)

Ano Sabático – Parte IX

La Spiaggia, a costa Amalfitana

Eu costumo brincar que tenho 47 anos de praia (como dizia o antigo anúncio de um protetor solar) porque vou à praia desde bebê. Das lembranças (acho que a partir dos 4 ou 5 anos) de quando passávamos as férias escolares em Santos ou em um aconchegante apartamento na Praia Grande, litoral sul de São Paulo, estar na praia sempre foi como estar em casa.

Como minha mãe não era de praia, à medida que fui crescendo, naqueles tempos da inocência e quando pouco se falava sobre qualquer tipo de violência, ela acabava atendendo aos meus choramingos – quando não esperneadas-  e deixava que eu ficasse mais com aqueles que, como eu, podiam passar o dia todo na praia sem se aborrecer com o sal ou com areia – os bons vizinhos ajudavam no revezamento e ficavam de olho na pequena aqui. Vez ou outra, ela levava um lanchinho reforçado e ia conferir se estava mesmo tudo bem comigo e meus “tutores de praia”. Mas eu me comportava bem. Bastava deixar que eu brincasse beira mar. Desde cedo aprendi com meu pai a não ter medo do mar, mas sim, a respeita-lo. A sede de praia era tanta, que eu só voltava pra casa quando a fome apertava muito ou minha mãe ia me buscar… ou mandava minha irmã. E assim, das descobertas do litoral norte de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Santa Catarina e do Nordeste, quando pensava em viajar, pensava “para qual praia eu vou agora?” Estar próxima ao mar sempre foi uma alegria e primeira opção.

Por isso, quando decidi ir para Itália, apesar das tantas sedutoras possibilidades, como Sardenha e Sicília, não poderia deixar de conhecer a famosa Costa Amalfitana. E como na Toscana, decidi que percorreria meu trajeto de trem, ônibus e barco. Sorrento foi escolhida para montar a base, e uma vez lá, seria fácil conhecer as praias. E assim foi.

De Roma para Nápoles, o trajeto do trem é rápido, e a qualidade da viagem, excelente. Já de Nápoles para Sorrento há um “downgrade” do trem e o tempo do trajeto pode parecer mais longo; durante esse tempo, em um dia muito quente, só conseguia pensar que em breve estaria tomando meu banho de mar azul no Mediterrâneo.

Torna a Surriento

Quando pensava em Sorrento, a primeira coisa que minha vinha a cabeça era música do Pavarotti, “Torna a Surriento”. Além do comentário irônico de um amigo “Você vai ficar em Sorrento?! Sorrento é para velhinhos!” Talvez, de fato, seja. É uma praia, um balneário, bastante familiar. E sedutoramente encantador. Da estação de trem até o bed&breakfast que ficaria hospedada, e no pouco que conheci naquela tarde, tive uma sensação de aconchego… Um sentimento que me remeteu às férias de infância – as pessoas se cumprimentavam na rua (e me cumprimentavam também!), ou simplesmente sorriam umas para outras. Me senti bem recebida e acolhida.

Assisti ao belíssimo pôr-do-sol, que vi em poucos lugares nessa vida, tomei um spritz num bar com vista de cartão postal ouvindo bossa nova. O que mais eu poderia querer?

O mundo estava perfeito até eu voltar para o B&B, me conectar e tomar conhecimento que as manifestações e movimentos que já vinham acontecendo no Brasil tinham tomado um peso maior. Acompanhar on line aquela movimentação das mídias sociais, das pessoas indo para as ruas, meus familiares e amigos, e eu, que sempre esperei por esse momento no país, sem poder fazer nada, sem participar… senti um aperto no coração. Pode parecer bobagem e piegas, mas é fato: quando você está fora é que você passa a entender e dar mais valor a algumas coisas. E chorei. Chorei pelo meu país, pela pobreza de muitos, pela injustiça, pelas nossas esperanças e de orgulho das pessoas que pacificamente saíram as ruas. Eu estava no paraíso mas queria me teletransportar para o Brasil. Ouvi falar que aconteceriam manifestações em apoio aos brasileiros em Londres, Amsterdã, Nova Iorque, Paris (que vergonhosamente proibiu a manifestação). Menos na Itália, ou não na Costa Amalfitana. Não havia o que eu pudesse fazer. Liguei para minha sobrinha, Camila, que estuda em Londres, e combinamos dela ir me encontrar na Itália. Assim, as duas, chorosas e se sentindo as “ex-patriadas”, fariam companhia uma para outra. O importante pra mim naquele momento era estar o mais próximo possível de casa.

Da sensação de estar muito longe de casa, mas ainda que me sentindo em casa, na acolhedora Sorrento, me organizei para aproveitar aquele paraíso de forma que pudesse conhecer nos próximos 6 dias, Positano, Amafi, Ravello e Capri, e ainda, deixei um ou dois dias para repetir o que tivesse gostado mais. A escolha foi seguir de ônibus, com suas vantagens e desvantagens. Depois da experiência na Toscana, entender, ou render-se, ao transporte público italiano, à “agenda” dos ônibus, seria uma farra. Como vantagens eu diria que, eu podia quebrar o pescoço para olhar aquele visual vertiginoso sem me preocupar em dirigir e nem em estacionar o carro. Sem contar as “aulas de direção” – sim, eu confirmo, os italianos são os melhores motoristas do mundo!!!! Aonde para nós cabe, ou passa, um carro, na costiera os motoristas italianos fazem passar dois. Não sem antes buzinar bastante e xingar o outro motorista ou a mãe de alguém. Enfim, passear de ônibus na Itália é divertido.

Positano é a joia da costa Amalfitana. Famosa por ser o destino preferido de casais apaixonados como todo mundo sabe. Eu também sabia, mas fui lá ficar comigo mesma e com meu romantismo. Ou nunca se sabe… A praia, toda de pedras, é uma delícia e sim, a sensação do dolce far niente vem junto. É se entregar a ela. Vale também se perder pelas suas ruelas. Foi nessas andanças que encontrei lojinhas, cafés charmosos e o comércio onde comprei frutas e outras delícias italianas para passar o dia al mare. Além disso, a vista de cima de Positano, é mesmo de tirar o fôlego.

A famosa ilha de Capri é um charme só. Imagino como deve ter sido nos anos 70. O atrativo principal são os passeios de barco. Nós optamos por ficar em confortáveis espreguiçadeiras até cansar (cansar do quê mesmo?). A praia escolhida foi a Marina Picolla dona daquele visual que talvez seja o principal cartão postal da ilha. E pra chegar lá, se não for de barco, é pegar o funicular até o topo da ilha e de lá um minibus. Ficou o gosto de quero mais. Capri merece a estadia de dois dias inteiros para conhecer a ilha toda, de carro e de barco, e sua vizinha Anacapri; e não ficar refém dos horários dos barcos, que também, como os ônibus, e digo isso com bom humor, podem ser alterados.

Amalfi, a vizinha de Positano, é mais rústica e tem seus segredos se você se aventurar a explorá-la. Lugares deliciosos e escondinhos que você pode não reparar a primeira vista estão ali, há dois séculos, oferecendo guloseimas de fazer você esquecer qualquer dieta e comer rezando e ajoelhado/a, como o sensacional baba ao rum, as clementines (a nossa tangerina) com chocolate, “n” receitas de limoncello… e claro, os gelatos! Como eu já disse, depois da Itália, nada será como antes, nem seu peso.

A praia em Amalfi é mais restrita, ou menos charmosa, às vezes tem só um deck pra muita gente querendo um lugar ao Sol. Vale ficar atento/a na estrada que reserva verdadeiras joias de praias naturais, escondidas. (Infelizmente, por uma distração, perdi a maioria das fotos boas que fiz de Amalfi, por isso, tenho poucas para mostrar)

Ravello foi “A” surpresa. Eu me apaixonei pela cidade e assim como em Sorrento, Siena e Florença, logo fiquei buscando casas para alugar por uma longa temporada. Considerada pela Unesco desde 1996, patrimônio da humanidade, é em Ravello que a vida cultural acontece na costa Amalfitana – festivais de música, teatro, dança, cinema. Tem até um auditório projetado por Oscar Niemeyer a pedido do sociólogo Domenico De Masi, o autor do ócio criativo (e que eu adoro).

Graças aos jardins da Villa Rufolo a cidade exala o perfume típico do Mediterrâneo, e quem gosta de explorações a pé, vale descer a “trilha” até Minori ou até Amalfi. Nós, seguimos para Minori. A paisagem é deslumbrante e num certo momento tem uma bifurcação… para um lado o caminho segue pelas vinícolas e plantações de limão, pelo outro… não sabemos. Decidimos na moeda e nos aventuramos pelo primeiro. Descobrimos nesse dia que não basta ter uma vinícola ou uma plantação de limões, tem que ter quem cuide delas! Vez ou outra éramos surpreendidas pelos latidos “atentos e ferozes” dos cães italianos (risos). Não precisamos correr de nenhum, mas levamos alguns sustos seguidos de risadas. Chegamos em Minori sãs e salvas, e mais felizes.

Procurávamos uma praia menos turística e encontramos Bagno Regina Giovanna. Frequentada praticamente apenas por italianos que fogem pra lá  por ser um reduto um pouco fora do circuito turístico, está a mar aberto e tem uma vista espetacular de 180 graus do Vesúvio à Sorrento. E é free… A praia, que não é bem uma praia, é na verdade um sítio arqueológico: uma antiga vila romana, Villa Pollio Felice, que pertencia a húngara Regina Giovanna D’Anjou (1371-1435), rainha de Nápoles. Por sua conduta “escandalosa” – ela tinha o hábito de se banhar naquelas águas, nua, com seu amante – ficou conhecida como Bagno Regina Giovanna. As ruínas estão lá ainda e infelizmente bem abandonadas. Banho de Sol e de mar lá, só à moda antiga – sem cabines ou espreguiçadeiras. Não vimos ninguém nu (!).

No primeiro dia peguei um ônibus lotado. Mas lotado mesmo. Um inglês, já “meio pink” do Sol, sofria de calor e carregava um micro-ventilador que talvez fosse o bem mais precioso dele naquele momento… ele procurava manter uma certa elegância e se segurava como podia, valentemente, a cada curva sinuosa que o ônibus fazia (e devo dizer, não são poucas as curvas e são sinuosas mesmo). Eu podia olhar pra ele e imaginar-lo derretendo, mas não sem seu sorriso no rosto. Este, só aumentava, assim como seus olhos se abriam a cada nova e surpreendente paisagem da costiera. Eu, assim como outros, estava na mesma situação, mas sem o ventilador, meio pendurada, e a cada curva, apenas a janela panorâmica do ônibus me separava daquela imensidão azul. Uma alemã, que estava sentada próxima a mim, olhava preocupada e pronta para “defesa” caso eu perdesse o equilíbrio e caísse em cima dela. Ríamos uma para outra, assim como os demais turistas, de toda parte do mundo, se entreolhavam vez ou outra como se compartilhando através de olhares e sorrisos, uma parte do que estávamos vivendo ali. Não me contive e comentei com ela em dado momento, “isso sim é viajar de primeira classe, você não acha?”. Ambas caímos na gargalhada.

Do clima contagiante de balneário, das férias, do esperado verão, das cabines coloridas, das espreguiçadeiras al mare, e o bronzeado, sim, o bronzeado do Mediterrâneo é diferente, do visual da estrada que é tão lindo, mas tão lindo, que dá vontade de você mergulhar lá de cima naquela imensidão. Da cor do Mediterrâneo que é única. Da spiagia com a beleza e o charme italianos… Foi assim que a costa Amalfitana aqueceu e alegrou um coração saudoso e aflito pelo Brasil.

The post Ano Sabático – Parte IX appeared first on Os Achados.

TAKE A HOLIDAY IN SPAIN

Barcelona6 Barcelona10Barcelona12 Barcelona Barcelona13 Barcelona7 Barcelona9 Barcelona8 Barcelona11 Barcelona3 Barcelona2 Barcelona5

From Miami, to Sweden, to Sardinia to Barcelona, this summer has been truly perfect -and hectic- so far. Seems like I have been binging on the beach, sun and sand (apart from Sweden), but I cant remember when last I went to the beach so many times in such a short period of time.
I spent the weekend in Barcelona which is one of my favorite cities in Europe and FINALLY managed to catch up with my bestie Carolina after not seeing each other since London Fashion Week last february. I remember when she used to live in Stockholm and we used to see each other every other month. Now that she moved to New York, we rarely see each other and have to rely on whatsapp for communication, now I am just counting down the days until she gives me the news that she will be moving back to Europe, soon, please man! Do it!!!

I spent the weekend with a group of Swedish friends going around the sights, eating A LOT and celebrating a post wedding at one of the most amazing venues in the city….I am back home now and ready to get back into work mode, or try at least.

andy signature

A

Looks: Chanel guests | Desfile alta-costura inverno 2015

Para tuuuudo que hoje foi dia de desfile Chanel! kkkkkk Além da passarela, tem unha, cabelo, make, convidados….tanta coisa pra comentar hein Brasil?! Dessa vez resolvemos falar dos looks que os famosos usaram para assistir ao desfile. Detalhe: alta costura, o que usar? Para as celebs gringas e badaladas, a resposta geralmente começa com “peças da grife em questão”, em seguida entram em cena fatores como o horário, seu estilo pessoal, e, claro, aquela vontadezinha de causar “fashionistamente” falando! hehe

Confira então as escolhas das celebs e it girls para o desfile da coleção couture inverno 2015 da Chanel, que aconteceu esta manhã em Paris:

chanel-guests-couture-inverno2015

Interessante ver como, principalmente por se tratar de um desfile diurno, dá para apostar em calças e ainda assim manter o look chique para a ocasião! Mira Duma tava maravilhosaaaa como sempre com uma legging e um tricô gola rolê incrível - detalhe para o cabelo por dentro, super trend de styling, tipo casaco nas costas. Alice Dellal também deu show de chiqueza com uma combinação meio sixties de calça certinha estampada e malha (again!) com golinha rolê – alguma dúvida que você tem-que-ter uma dessa pro inverno? Já o look “motoqueira” da Dakota Johnson ficou meio pesado né? Não curti tanto…

O comprimento mídi e o look quase monocromático foram as apostas da atriz sul-coreana Jung Ryeo-Wong e de Poppy Delevigne. Muito sofisticado, né? E daquele tipo que parece que nem requer esforço pra ficar com cara de ryca!

E mesmo entre tantas fashionistas não é que o ator e cantor Jared Leto se destacou? Camisa jeans + calça tweed dourada + bota western sem perder o ar de macho? kkk Tem que ter mesmo muuuito estilo para segurar! #normcorepraquênégente

Entre as estrelas (eternamente) teen, Kristen Stewart, garota-propaganda da Chanel, mais uma vez fez uma escolha polêmica com a calça Aladim saída da coleção Resort 2015 da grife – a cara de preferia-estar-de-pijama-em-casa-vendo-peppapig também não ajuda muito né….afff!

Lily Collins transformou um look que tinha tudo pra parecer meio “velhota” em algo bem legal, misturando as texturas da saia e do cardigan….tudo isso na mesma cartela de cores! Por sua vez, Nina Dobrev, de “The Vampire Diaries”, apostou no míni comprimento que ganha uma cara mais certinha com a peça “blazer inspired” Chanel. Achei meio boring e a escolha do coque gordão também não ornou…cabelinho mais “messy” cairia melhor…

Pra terminar, um close nas it bags das guests da Chanel! O acessório, que sempre atrai os olhares na passarela, também tem destaque nas produções da fila A:

chanel-bolsas-couture-inverno2015

  • Gostaram dos looks? Qual você usaria para ver o desfile da Chanel?

YELLOW BOX grand-opening at “The Falls”

Last weekend, I had the amazing opportunity to co-host the grand opening of the first Yellow Box store with Lucky Magazine. The stored opened at the Falls Shopping Center (in Miami, of course). I was very excited to meet the Yellow Box team and to learn more about the brand. Yellow Box is mostly know for their comfy flip-flops (and talking with customers I realized that they get even more comfy with time); but I also spotted some of the cutest summer sandals. Even though they focus on sandals on the store, you can find loafers and heels on their website (my leopard pumps can be found HERE!!). For my look, I was a little inspired to mix prints…anyways, leopard is considered a neutral… right? 
I hope you enjoy the pics below! Have an amazing day!! XOXO  
____________

Hace dos fines de semana tuve la oportunidad de participar en la inauguración de la primera tienda Yellow Box junto a Lucky Magazine. La tienda abrió sus puertas en el centro comercial “The Falls” (en Miami, por supuesto). Estaba muy emocionada de conocer al equipo de Yellow Box y aprender más sobre la marca. Yellow es mayormente conocida por sus cómodas sandalias (y estuve hablando con algunas chicas y me contaron que se van poniendo hasta más cómodas con el pasar de los años). Aunque principalmente venden sandalias, en su página de internet también hay bailarinas y tacones (los que yo estoy usando los pueden conseguir acá).  Para mi look, quise arriesgarme a mezclar estampados…porque como dicen por ahí, el animal print es un color neutral maja. ¡Espero que tengan un bonito día! ¡Besos!




WHAT I’M WEARING/ESTOY USANDO:
REBECCA MINKOFF blue bag
FUROR MODA sunglasses
SVELTE METALS silver cuff

Warm Weathered Memories

4e
7ee
2e
lags3_1e
Bracelets and Bangles: from the LAGOS Maya + Diamonds & Caviar collection. Dress: Parker (old) | Shoes: Alice + Olivia (similar)

I remember like it was yesterday, being 17 years old and on a senior year, Mexican spring break trip with a bunch of my closest girlfriends. We were all lying on the beach, probably slathered in Banana Boat tanning oil, when I spotted her. You know, that woman who is so perfectly put together, even when on a beach. She was wearing a bright orange sarong, a large straw hat and a stack of colorful bangles, which as impractical as that sounds for a beach, was what elevated her entire look. For the remainder of our vacation, I would eagerly search for her, just so I can see what type of beautiful outfit she would have on. Every singe day it would change, each being better than the last, but one thing that never came off, her stacks of bangles. Since then, I’ve always been drawn to large stacks of colorful bracelets and bangles, particularly when the warm season kicked in. I can’t help but think of great times, filled with friends, cocktails and warm breezy air.
These bracelets from LAGOS are easily a new favorite. I wore them to a roof top party the other night and must have received about five compliments in the matter of 2 hours. They take what would have been a simple summer dress, to something a little more glamourous. That’s the beauty of the perfect accessories… it’s those details and often the key ingredient to any outfit.
Now on to the good stuff! I have a wonderful giveaway to share with you guys.
To reward our LAGOS followers, we are giving away a Voyage pendant to one lucky winner. Super-easy entry: Just click HERE and enter your first name, last name and email address in the comment section below. The winner of the sweepstakes will be chosen at random, and announced on 7/25. Good luck!
Photos by Keith Hodne